Moda Inclusiva para deficientes visuais.

By  |  0 Comments

Moda Inclusiva usando a impressão 3D é diferente de tudo o que você já viu.

A iniciativa inovadora compõe a linha de roupas da designer Babette Sperling.

A moda impressa em 3D tem sido um tema quente nos últimos dois anos, e não há como negar que é muito legal.

Desfiles de moda impresso em 3D tem impressionado com o que os designers podem fazer com a impressão em 3D.

Como uma moda muito avançada, no entanto, muitos dos estilos impressos 3D vistos nas passarelas são um pouco difíceis de imaginar vestindo na vida real

Muitos deles são mais como conceitos para mostrar o que pode ser feito com a tecnologia do que Vestuário de uso real.

Isso é algo que pesava sobre a estilista alemã Babette Sperling quando embarcou em sua carreira de design no ano passado.

Moda Inclusiva para deficientes visuais.

Como ela viu, houve três grandes problemas com a moda impressa em 3D:

Wearability. Novamente, a moda impressa em 3D geralmente não é projetada para o desgaste do dia-a-dia e não é exatamente confortável.

A maioria das coleções mostradas nas passarelas é criada com impressoras 3D multi-materiais que não estão acessíveis para a maioria dos usuários finais.

Os materiais utilizados na moda impressa em 3D não tendem a ter muita ênfase na sustentabilidade – sua origem e impacto ecológico não são levados em consideração.

Esses foram os problemas que Sperling decidiu abordar quando começou a planejar sua primeira coleção de Moda Inclusiva

Seu objetivo era criar roupas usando a impressão FDM 3D e materiais naturais e compostos, e ela criou uma ideia de design maravilhosamente criativa.

Ela imprimi textos em braille diretamente diretamente para o tecido para criar mensagens secretas personalizadas criando sua peças de  Moda Inclusiva.

E isto criou uma ideia genial para os que possuem alguma deficiência visual.

A capacidade de imprimir diretamente em 3D no tecido é específica para a impressão selecionada e para o material que foi selecionado.

Com a ajuda do Fab Lab Dresden , testamos aproximadamente 15 combinações de materiais diferentes antes de encontrar solução que satisfizesse todos os meus requisitos de design “, disse Sperling.

Fab Lab Dresden

A solução final veio de um dos especialistas em impressão em 3D.

Descobri um Start Up from Berlin que desenvolveu o primeiro filamento de impressão 3D flexível do mundo a partir de matérias-primas recicláveis.

Sua missão foi realizada – uma linha de roupas atraentes e wearable criadas com materiais e tecnologia naturais e acessíveis.

Todos na Mercedes Fashion Night também adoraram.

A coleção da Sperling recebeu o Audience Choice Award e foi nomeada para fazer parte de duas futuras competições de Prêmios de Moda.

Sua missão foi realizada - uma linha de roupas atraentes e wearable criadas com materiais e tecnologia naturais e acessíveis.   Moda Inclusiva

“Estou muito feliz por ter descoberto um filamento de impressão 3D que se permite integrar tão perfeitamente no meu design de moda a Moda Inclusiva”, disse ela. “A certificação da matéria-prima para compostabilidade de acordo com os padrões dos EUA e da UE (EN 13423) se encaixa perfeitamente no meu conceito para um design de produto sustentável de círculo completo que permite que roupas possam retornar à natureza após o ciclo de vida. WillowFlex mostrou-se compatível para uso em todas as impressoras 3D que usamos em nosso processo de teste (Ultimaker, Flashforge e Makerbot). Obrigado pela equipe da BioInspiration. Meu entusiasmo pelo material é abastecido e outros projetos de roupas já estão sendo planejados! “

Facebook Comments

Notícias e novidades do mundo da moda e beleza!

%d blogueiros gostam disto: